Notícias

Fãs criam petição para que James Gunn seja recontratado pela Disney/Marvel

Compartilhe! 22 de Julho de 2018

Jason Merritt

 

Ao passar das horas desde que James Gunn foi demitido pela Disney do comando de Guardiões da Galáxia Vol. 3 e de seu futuro cargo como consultor criativo do Universo Cinematográfico Marvel, o diretor vem acumulando tantos detratores quanto apoiadores. De acordo com informações do Deadline, uma petição online organizada por fãs do realizador a favor de sua recontratação dobrou a meta inicial de 75 mil assinaturas e, de quebra, ainda angariou os reforços da atriz Selma Blair (Hellboy) e do cineasta Joe Carnahan (A Perseguição):

 

 

 

"Marvel: RECONTRATE JAMES GUNN - Assine a petição! Porque se as pessoas são punidas apesar de mudarem, então do que adianta ensinar as pessoas sobre seus erros e evoluir? Este homem é um dos bons"

Na mira do senador republicano Ted Cruz, Gunn foi desligado da Disney/Marvel por causa de uma série de tuítes ofensivos que postou há uma década, nos quais o diretor fazia piadas com pedofilia, estupro e AIDS. O caso, polêmico e polarizador, vem ganhando as manchetes do jornalismo internacional e tomou de assalto o mundo da cultura pop, exatamente no final de semana da Comic-Con 2018. Dentre os outros apoiadores manifestos de Gunn, também encontram-se o ator Dave Bautista e o irmão do diretor, Sean Gunn; de acordo com o texto da petição, que agora almeja alcançar 150 mil assinaturas, o realizador demitido apenas errou na hora de fazer comédia - e se ele foi demitido, outros também deveriam ser.

A Disney ainda não se pronunciou quanto a um possível substituto para Gunn na cadeira de direção de Guardiões da Galáxia Vol. 3 - vale lembrar que o diretor já havia submetido o roteiro do vindouro longa ao estúdio. Até segunda ordem, a terceira aventura do Senhor das Estrelas (Chris Pratt) e cia. segue com lançamento marcado para 2020.

POSSÍVEIS PRÓXIMOS LANÇAMENTOS
CLIQUE AQUI E CONFIRA TODOS OS LANÇAMENTOS
© 2015 Cine Roxy Passos - Todos os Direitos Reservados.