Notícias

Mark Hamill gostaria que Star Wars - O Despertar da Força tivesse mostrado reunião entre Luke, Leia e Han

Compartilhe! 18 de Abril de 2017

Star Wars - Os Últimos Jedi vêm aí em dezembro, mas Mark Hamill ainda tem assuntos inacabados com O Despertar da Força.
 
Em entrevista ao editor do Fandango, Erik Davis, durante a Star Wars Celebration, em Orlando, o ator revelou que acha que ausência de reunião entre Luke Skywalker e Han Solo (Harrison Ford) no Episódio VII foi uma "grande oportunidade perdida".
 
Hamill explicou que, quando estava lendo o roteiro, teve outra ideia para o desfecho de Solo. Se dependesse dele, Leia tentaria alcançar mentalmente Luke, não conseguiria e correria para ajudar Han. Então, Luke apareceria para a alegria de todos e a salvaria. Os dois ficariam na posição que Finn (John Boyega), Rey (Daisy Ridley) e Chewbacca (Peter Mayhew/Joonas Suotamo) se encontraram, testemunhando a morte de Han Solo pelas mãos de Kylo Ren (Adam Driver), sem poder fazer nada.
 
"Carregamos tanta ressonância emocional para o próximo filme [Os Últimos Jedi], para nós – sua esposa, seu melhor amigo – testemunharmos, ao invés de dois personagens que o conhecem há o que, 20 minutos? Bem, [tem o] Chewie. Mas ainda assim, não, acho que houve uma grande oportunidade perdida", afirmou Hamill.
 
O eterno Luke ainda explicou que apresentou aos diretores J.J. Abrams e Rian Johnson "muitas ideias terríveis" e que alguma delas poderia ser aproveitada pelos cineastas. Ele, inclusive, brincou que adoraria fazer uma lista de algumas das coisas mais chocantes que ele sugeriu.
 
Hamill estará de volta ao papel de Skywalker em Star Wars - Os Últimos Jedi, previsto para estrear no dia 14 de dezembro.
POSSÍVEIS PRÓXIMOS LANÇAMENTOS
CLIQUE AQUI E CONFIRA TODOS OS LANÇAMENTOS
© 2015 Cine Roxy Passos - Todos os Direitos Reservados.