Notícias

Roteirista de Toy Story desmente triste história sobre a vida e a morte do pai de Andy

Compartilhe! 26 de Junho de 2017
Toy Story - Um Mundo de Aventuras ganhou uma bela teoria nos últimos dias. Na verdade, de acordo com o designer de produção Mike Mozart, a história se tratava de confidências do saudoso amigo Joe Ranft, roteirista da Pixar, morto em 2005. Por esse contorno de verdade irrefutável, o cineasta Andrew Stanton foi ao Twitter desmascarar a história.
 
"Notícia completa e absolutamente falsa. Voltem todos pra casa. Nada a ver, pessoal", declarou Stanton, roteirista não dos três, mas dos quatro filmes da franquia, inclusive Toy Story 4. Por isso a hashtag #EuEstavaLá.
 
Publicada em vídeo pelo canal SuperCarlinBrothers, a teoria dá explicações sobre o que teria acontecido com o pai de Andy. A história explica que ele teria morrido de síndróme pós-pólio menos de um ano antes dos eventos de Toy Story, deixando para o seu filho a chave de uma caixa velha contendo três brinquedos: o cachorro Slinky, o Sr. Cabeça de Batata e, claro, Woody. 
 
O protagonista é uma das chaves para entender que os brinquedos seriam do pai de Andy. Woody não é apenas um boneco raro, mas único: o protótipo de um brinde que seria distribuído em caixas de cereais dos anos 50 e nunca entrou em produção devido à criação do programa Sputnik, que teria feito as crianças querer apenas brinquedos espaciais.
 
O vídeo desvenda (ou, no caso, inventa sobre) muitas outras pistas: o fato de Woody não lembrar a sua origem, a série televisiva de que saiu, explica que a assinatura no solado do boneco e as fotos na parede não seriam do Andy filho, mas do Andy pai (por isso, numa delas, o menino usa óculos de grau) etc, sempre preenchendo pontas soltas que clarificam o passado da família. Confira:
 
POSSÍVEIS PRÓXIMOS LANÇAMENTOS
CLIQUE AQUI E CONFIRA TODOS OS LANÇAMENTOS
© 2015 Cine Roxy Passos - Todos os Direitos Reservados.